Alimentação

Cardápio Alimentar do Diário de Um Papagaio

22 de março de 2016

author:

Cardápio Alimentar do Diário de Um Papagaio

Neste tempo de página, e não posso deixar de mencionar, para nossa surpresa, uma das maiores dúvidas, interesse e repercussão são sempre ligadas a alimentação. Muitos podem perguntar “porque que a surpresa, não era para nos interessar este tema?”. Bem, a surpresa deve-se ao fato que até onde sabemos todo ser vivo se alimenta, de modos diferentes, porém todos precisam de algum tipo de combustível, fica então a pergunta porque tanta gente cria, mas não se preocupa em buscar, estudar, pesquisar, consultar qual a alimentação correta antes de adquirir uma ave, até porque, alguns alimentos podem até matar, talvez deva-se ao fato que comumente nossa geração humana se alimente mal, que muita gente se interessa por dietas malucas, poucas por nutrição adequada para fins de saúde e não estéticos. Voltando aos pássaros, para eles também cabe a máxima “Você é o que você come!”. Um pássaro bem alimentado é forte (não gordo), suas plumas brilham, cores vivas e sem manchas, adoece pouco. antes de entrar no cardápio gostaria de fazer algumas colocações:

  1. Tente deixar os alimentos para eles o mais natural possível, de industrializado só a ração extrusada;
  2. A higiene é um aspecto fundamental, muitos vermes e doenças chegam até nós por via alimentar;
  3. Sódio não é bem processado pelo organismo das aves, novamente, evite usar sal ou dar alimentos em conserva;
  4. O açúcar deve ser dado de forma controlada, inclusive os das frutas, sempre estamos batendo neste ponto, por mais natural que seja, por mais que na natureza elas se alimentem de frutas, é impossível tentar fazer relação neste aspecto com a ave em casa ou em ambiente fechado, aves de vida livre voam quilômetros por dia, a conta é bem simples, se corro muito posso comer bastante porque vou consumir tudo, se fico só andando em casa e como muito, não vou absorver as calorias que irão virar gordura e sobrecarregar meu sistema que vai evoluir para doenças;
  5. Não é a quantidade que a ave come, mas sim a qualidade dos alimentos que vai fazer diferença;
  6. Não coloque um prato do tamanho da sua fome esperando que a ave coma tudo, faz parte do processo cair no chão, muito dessa hora é diversão e distração e o papo da ave é bem pequeno;
  7. A ração extrusada deve ser o alimento principal pelo seu valor e equilíbrio nutricional, pode parecer que a ave comeu muito pouco, você pode ter a sensação que ela não comeu nada, mas lembre-se que aquele grão seco de ração vai inchar no papo quando se molhar lá dentro, crescer e saciar a fome, vai nutrir na medida certa, sem excessos.

Bom, vou colocar aqui como fazemos com nossas aves, e cada um pode adaptar a sua própria realidade.   MENU

  1. Ração Extrusada Livre no viveiro.
  2. Manhã

2.1 – Uma porção de Verduras e Legumes variados a escolher * Dentro da lista abaixo seleciono alguns , corto em pequenos pedaços ou ralado para os menores, compro também de acordo com a estação e promoção no mercado, enfim, as refeições sempre tem algo diferente.

ABÓBORA** ALHO (dar 1 dente por vez)
ABOBRINHA COUVE-FLOR
ALMEIRÃO ERVILHA***
BATATA DOCE * ESPINAFRE**
BERINJELA JILÓ
BERTALHA MILHO VERDE
BETERRABA** MOSTARDA
BRÓCOLIS NABOS
CATALONIA PEPINO
CENOURA PIMENTA DEDO DE MOÇA, DE CHEIRO E BIQUINHO
REPOLHO ROXO (moderado) QUIABO
RÚCULA TOMATE
PIMENTÃO (VERDE, AMARELO E VERMELHO) VAGEM
ALECRIM MAXIXE
CHICÓRIA  OU ENDIVIA CHUCHU
NABOS VERDES MILHO*
EUCALIPTO COUVE
ACELGA**  ALCACHOFRA
SALSÃO OU AIPO AGRIÃO
ESCAROLA  ALFACE
BATATA INGLESA** PEPINO
ALHO PORÓ (Bulbo e parte inferior da folha)  RABANETE

*Fervida rápida ou vapor, não precisa cozinhar como se fosse para humano
** Necessita de cozimento
*** É mais nutritiva se for congelada , dessa forma cozinhar antes de congelar

PROIBIDOS Irritativos sistema digestivo: Acelga e Agrião Tóxicos: Cebola e Cebolinha Não digere: Batata crua – aboli até da forma cozinhada por ser um carboidrato bem calórico. Diarreia – A alface não é tóxica, porém aumenta o fluxo de fezes, como tenho plantado outras folhas como couve e hortelã que são bem mais ricos nutricionalmente optei por não oferecer o alface. Fungos – O cogumelo é um fungo, alguns tipos não ofensivos aos humanos, porém não seguro para aves. Potássio Elevado – Salsinha e Salsa

3.Almoço Como é um período do dia normalmente quente em muitos lugares, optei por servir uma porção de fruta, a escolha:

ACEROLA  TORANJA
MANGA  MELANCIA
AMEIXA *(SEM CAROÇO) ABIÚ
BANANA GOIABA
CEREJA  * JABUTICABA
COCO** MARACUJÁ
FIGO*** PITANGA
KIWI ARAÇA
LARANJA JAMBO
ROMÃ ** AMORA
MAÇÂ JACA
MAMÃO FRUTA DO CONDE
MANGA UVA *
MELANCIA MELÃO
MORANGO*** SERIGUELA
PERA *  FRAMBOESA
PÊSSEGO *  GROSELHA

*Sem semente    ** Com Moderação      *** Plantado em casa PROIBIDOS .Abacate –  Muito gorduroso provoca forte diarreia podendo levar a morte, tem espécie que é tóxica. Abacaxi – Muito ácido. Carambola – Nível de oxalato de cálcio muito alto, para humano ou ave que tenha pré disposição a problemas renais é altamente ofensivo, para quem não tem o consumo constante pode acabar com o tempo por desenvolver problemas desta ordem.  Caqui – Presença de alguns taninos que podem levar a quadros de intoxicação.

4.Resto do dia eles consomem a ração extrusada que fica livre no viveiro   Variações no cardápio que ocorrem uma vez por semana, podem entrar: Grãos* – Feijão** (branco, preto, carioquinha), Fava,grão de bico, lentinha, ervilha, canjica branca, quirela, arroz integral, macarrão integral com massa de legumes – Todas cozinhados por 10 a 15 minutos só na água. Castanhas Variadas*** –  Castanha de caju, castanha do pará, amêndoas,nozes, avelã, macadâmia, pistache, noz pecã, pinhão, cacau fruto. Frutas Secas – Damasco, passas. – Pipoca – Sem sal e óleo. Ovo cozido (galinha, codorna e pato), mistura de sementes. Grãos: Aveia, chia, quinoa.

*** PROIBIDOS  Pães industrializados  – tem na sua composição conservantes, fermentos, sal e açúcar. Café – Excitante do sistema neurológico pode causar até arritmia cardíaca. Leite – Não é assimilado pelo organismo deles. Chocolate – Muito gorduroso, excitante, pode provocar além dos sintomas da cafeína forte diárreia, intoxicação e morte. Bebidas Alcoólicas, refrigerantes e sucos industrializados *Lembrem da equação que falamos no inicio DIETA =GASTO CALORICO – Estes itens podem ser consumidos desde muito regrados. ** Cru é tóxico *** Procure comprar em locais de boa procedência devido a incidência de fungos. Importante destacar que esta é a alimentação que fornecemos as nossas aves, importante lembrar que são um ser vivo, com particularidades e preferências, além disso fatores como estilo de vida, problemas de saúde e genéticos devem ser considerados na hora de escolher a melhor dieta, converse sempre com seu médico veterinário, ele é o profissional adequado para lhe orientar sobre os cuidados com seu pet.

error: Conteúdo protegido