Alimentação

Da Série: Fui vitima da alimentação – Dangola

11 de agosto de 2016

author:

Da Série: Fui vitima da alimentação – Dangola

Eu tive a experiência de ver a diferença de você alimentar o papagaio com ração extrusada e alimentar com sementes. Eu trabalho numa grande rede pet, então, antes de compra- los tive bastante conhecimento sobre o que era bom para eles e assistia a palestra do pessoal de empresas de ração extrusada e trocava ideia com eles.

Quando comprei o meu casal de papagaios já vieram do criatório comendo a ração extrusada, então não tive nenhuma problema com alimentação, eles amam a ração.

Uma amiga pediu para que eu cuidasse do papagaio dela, aceitei,  fiquei chocada quando eu vi a diferença dele para os meus e conversei com ela sobre a alimentação, infelizmente ela só dava semente de girassol, e de fruta somente banana e mamão.

Fiquei muito triste pois vi que não estava tendo o cuidado correto e já apresentava problemas, por isso ela não era ativa como os meus, Dangola saia da gaiola, andava pouco, não brincava, enquanto os meus são um terror, não param um segundo.

Também senti o corpo dela diferente dos meus papagaios, ela era pesada e parecia que havia uma gordura na parte de baixo dela, era toda mole e os meus não eram assim.

Apresentei frutas novas, verduras, legumes, fui dando aos poucos, a ração ela jogava fora. Percebi que estava mais ativa e havia emagrecido, já brincava e eu estava contente por estar conseguindo mudar aquela rotina dela, percebi também a cor das penas mais bonitas. Infelizmente pude cuidar pouco dela, veio a falecer repentinamente, sem ao menos nos dar tempo de socorrer, foi em questão de segundos, ela estava solta ficou ofegante, gritei: “ Meu marido corre, que a Dangola esta morrendo, pega o carro!”. Morreu em nossas mãos, nem deu tempo de entrar no carro.

O veterinário já havia avisado que a alimentação que ela teve ao longo da vida foi pobre em nutrientes e que ela só acumulou gordura e que fizéssemos o possível pra dar o melhor pra ela, e fizemos ,mas infelizmente foi tarde.

Ficamos muito mal com isso, o pouco tempo que ficou aqui com a gente deixou muita saudade e lembranças, e de tudo isso aprendi mais ainda a importância de alimentarmos bem nossas aves.

Não foi fácil ver ela morrer assim e estávamos seguindo a dieta que o veterinário passou, estávamos confiantes, mas ele deixou bem claro que ela poderia não durar muito tempo, pois sua antiga dona não se preocupou com sua alimentação e nos estávamos correndo contra o tempo pra ajudar mais não deu.

Deixo aqui o meu apelo para que todos revejam a alimentação de seus pássaros, é muito triste você perder um bichinho assim pelo simples fato de achar que ele não precisa de tanto cuidado.

Eu entendo que aqueles que já comem só a semente de girassol a muito tempo vai ser muito difícil aceitar a ração, mais vai tentando aos poucos e faça como o veterinário me falou, vai oferendo bastante fruta, legumes, verduras, que já vai ajudar muito a não ficar só na rotina do girassol como a minha Dangola que hoje é um anjinho e me sinto muito triste de não ter tido a oportunidade de ter feito mais por ela 😢😢

Depoimento de Aline Gonçalves

Quer vêr sua história publicada? Manda pra gente – diariodeumpapagaio@yahoo.com.br

error: Conteúdo protegido