Comportamento

Estabeleça o Rapport com o Seu Papagaio.

11 de março de 2016

author:

Estabeleça o Rapport com o Seu Papagaio.

Estabeleça o Rapport com seu Papagaio Antes de entrar de fato no tema RAPPORT, seguindo nesta série sobre o tema “FALA” dos papagaios, para quem perdeu sugiro ler os posts anteriores:

Quero Um Papagaio, mas eu quero um que fale!

A Linguagem dos Papagaios

Primeiro vamos entender o que é o Rapport, de origem francesa, o termo significa sintonia, estabelecer Rapport com o outro significa que entraram em sintonia, estabeleceu uma relação de confiança mútua. A Técnica do Rapport é muito utilizada na programação neurolinguística e na psicologia de modo geral. Para entender melhor como isso ocorre nas relações, temos que considerar as diferenças entre as pessoas e as aves como indivíduos.

Todos temos vários canais de comunicação, tendemos a escolher um para utilizar mais que os outros, desse modo, algumas pessoas são mais visuais(observadoras, se comunicam através de imagem), auditivas (são mais falantes, comunicativas, musicais) e outras sinestésicas (se comunicam tocando). Os três pilares básicos deste método são positividade mútua, reciprocidade e envolvimento genuíno, as diferenças de personalidade também afetam diretamente esta comunicação.

Compreendendo estes pontos, entenderemos melhor a técnica chamada de “espelhamento” utilizada pelo Rapport, que consiste em imitar, ou se comunicar conforme o canal de linguagem do outro. Para ficar mais fácil de compreender o conceito e trazendo para a realidade das aves, se temos uma ave expansiva, falante, acelerada devemos procurar entrar na comunicação dela, fazer festa, dar velocidade aos treinos e apresentação das palavras. Se sua ave é auditiva, gosta de assobiar, pega música fácil, apresentar palavras no meio de um pequeno trecho de música, falar mais cantado, ensinar pedacinhos fáceis é uma forma de estabelecer a sintonia com ela e tornar os treinos mais interessantes. Outra técnica de rapport, é dar presentes como gesto de gentileza, no manejo das aves pode ser utilizado para estabelecer uma relação de confiança, dar presente fora dos momento de treino pode estreitar laços, observar coisas que interessam a ave também estabelece uma conexão entre os dois.

Para facilitar a comunicação e o processo de linguagem da sua ave primeiro aprenda a observar e conhecer ela. A linguagem corporal sempre fala mais que as palavras, se você consegue estabelecer a mútua compreensão dos sinais corporais metade do caminho está feito. Tente estabelecer conexão entre a ação e a palavra, como: dizer xau, adeus ou até logo sempre que sair; oi, olá, tudo bem sempre que chegar próximo a ave. Dê nome as coisas e locais para que com o tempo ele possa associar Casa, cozinha, varanda, quarto. Com o tempo ele além de aprender a palavra vai entender o que significa e fazer associações, por exemplo: Aqui, se estamos dentro de casa e digo “vamos para o viveiro” a porta estando aberta ele já entende, se antecipa e vai sozinho para o viveiro, aprenderam também o conceito de “vamos para casa”, pedem na hora e entram. Lembrando das técnicas de Rapport se seu pássaro é visual mostre o local, objeto e fale a palavra, aponte, indique, isto serve também para os mais retraídos e não tão falantes. Se ele é auditivo dê ênfase ao uso das palavras, músicas sempre relacionando ao ensinamento.

Em todos os casos lembre que a linguagem corporal sempre fala mais que as palavras, desse modo através de gestos como recuo, dar as costas, balançar a cabeça são normalmente sinais que ele não está disposto a atividade, neste caso, insistir e forçar pode criar um bloqueio e retroagir o trabalho já feito até aquele ponto. Falar com alegria, de modo vibrante muitas vezes chama a atenção do papagaio que acaba por desejar participar da brincadeira. Fique atento ao próximo post “Reforço positivo no processo de fala!”.

error: Conteúdo protegido