Papagaio Responde

Papagaio Responde – Arrancamento de Penas

14 de fevereiro de 2016

author:

Papagaio Responde – Arrancamento de Penas

Bom dia! Me chamo XYZ, e tenho um periquito que tem quase 3 anos, a pouco tempo estava ocorrendo a troca de penas dela, mas acontece q as penas do peito dela começaram a cair em uma tarde, no início achei normal, já q estava no período de troca de penas, mas caíram várias na mesma tarde, nasceram algumas novamente, porém novamente caíram e não sei dizer se elas realmente caíram ou se ela que está arrancando as penas, estou mandando umas fotos p vê se vc consegui identificar o que pode está acontecendo, se puder ajudar agradeço!

Resposta do Papagaio:

Sra. XYZ, agradecemos o seu contato.
Bem, o arrancamento de penas é sempre um sintoma bem preocupante, tanto pelo aspecto físico quanto pelo psicológico da ave. As penas nas aves tem funções que vão bem além do embelezamento. Servem para: voar, regular a temperatura, proteção. O arrancamento de penas pode ter fundo físico como: fungos e parasitas, alergias, deficiências de vitaminas, ou fundo psicológico como: depressão e stress. Faz-se necessário um diagnóstico com um médico veterinário a fim de tratar a causa. Sabemos que o ambiente virtual está contaminado pelos “palpiteiros”, infelizmente é crescente o número de pessoas sem habilitação que indicam remédios e outros produtos “naturais” ou não para aplicar. Infelizmente a maior vitima é a ave, que não tem seu problema resolvido e muitas vezes é agravado.
É comum gente receitando “Sprays” milagrosos com gosto amargo para a ave parar de arrancar e o problema piora porque o stress continuou lá ou o fungo que não foi tratado. Alguns produtos indicados por leigos ou adquiridos em balcão contêm óleos, cheiros ou substâncias que podem não agradar a ave, levando a mesma a tentar tirar, desse modo o arrancamento agrava. Enfim, isso tudo é para que entenda que rede social foi criada para aproximar as pessoas, parar curtirmos as fotos, ver coisas interessantes.
Quando o assunto é Saúde nada melhor que o bom e velho Médico Veterinário, que estudou e ainda estuda, que conhece mais que os palpiteiros do google.
” Amar é respeitar, buscando o melhor tratamento, com profissionais habilitados. A internet deixemos para as consultas de receita de bolo!”
 
error: Conteúdo protegido