Comportamento

Processo Lento de Amansar Ave

23 de setembro de 2018

author:

Processo Lento de Amansar Ave

Amansar para mim sempre foi um ato de conquista, mas acima de tudo de liberdade, de respeito a vontade….eu esperaria por toda minha vida pelo momento que a ave estivesse pronta….

Um dos maiores anseios e desafios de um tutor é poder manusear, levar ao colo e acariciar livremente sua ave pet, e muitos tem isso como conceito de uma ave mansa, então para o público uso também este termo para que a comunicação fique mais fácil.
Particularmente, eu entendo como ave mansa, uma que conviva comigo deixando que eu tire e coloque objetos em seu recinto, faça a limpeza com tranquilidade sem que ele tente me atacar ou tenha crises de pânico. Tendo uma ave assim, relaxada, ativa e feliz, como tutora já me dou por satisfeita, ela me deixar fazer carinho, tocar, empoleirar no braço é um bônus nessa convivência, mas o objetivo fim é sempre a felicidade dela.
Sei que algumas pessoas orientam e utilizam métodos de contenção com luva afim de se proteger das bicadas e com esse contato diário forçado a ave acaba por sucumbir a impotência de lutar contra o humano e sem alternativa, aceitando o toque, claro que com o tempo, percebendo que esta segura e não corre perigo ela acaba aceitando contato facilmente, não condeno quem escolhe o caminho mais fácil, só não faz parte da minha filosofia como criadora.
Tenho consciência que não pediram para estar aqui, que nunca foram consultados sobre nada, e tem tantas questões que precisam aceitar com resignação …

-Será que gostariam de ter vindo para minha casa?
-Será que me aprovam como tutora?
-Teriam escolhido esse modelo de viveiro?
-Gostariam de outro tipo de comida?
-Concordam com as músicas que coloco para eles?
-Fariam alguma coisa diferente ?
-Gostam da forma que arrumo os comedouros?
????????????????? e tantas outros aspectos que não puderam escolher sobre suas próprias vidas…….

Então tenho por principio, preservar a autonomia e direito da escolha deles o máximo que consigo, treino meus olhos e sentidos para estar
atenta aos sinais que indiquem desconforto ou desejo por outra coisa, modo ou forma do que estou oferecendo a eles.

Liberdade é igual a Dignidade e que são ambas derivadas do Respeito.

Sobre esse “Processo de Amansar” , escolhi deixar a vontade sempre, respeitar o tempo da ave e sua personalidade, algumas não são agressivas, aceitam vir no braço, mas não gostam de toque, cafuné ou carinhos em seu corpo, não significa que são ariscas, apenas como alguns humanos também, não gostam muito de contato físico.

Meu trabalho com a ave do vídeo o periquito rei, ainda esta em processo, quando chegou aqui tremia sem parar e piorava se tentasse pegar ele ou chegar perto. Foi tudo muito lento com ele, muitas vezes avancei no processo e por me antecipar e tentar chegar perto demais, voltava 10 casas e tinha que começar tudo de novo. Com o tempo percebi que tenho que deixar ele decidir, procuro falar com doçura, oferecer comida na mão, mas o primeiro passo tem que ser sempre dele.