Comportamento

Quero um Papagaio, mas quero um que fale!

4 de março de 2016

author:

Quero um Papagaio, mas quero um que fale!

Bem, antes de fazer conjecturas sobre o tema, vamos entender como a ave consegue vocalizar. As aves são equipadas com um órgão chamado siringe, ele é responsável pela produção e emissão de sons. Localiza-se na extremidade terminal da traqueia e porções iniciais dos dois brônquios primários.

No caso dos papagaios, outros fatores contribuem para que esta capacidade de emitir sons especialize-se a ponto de reproduzir falas humanas ou sons diversos como de aparelhos eletrônicos, imitar timbre de vozes diferentes e melodias diversas. Dentre estes fatores podemos citar sua grande inteligência, a língua grossa, o formato do bico e a capacidade que esta espécie tem de controlar a siringe.

O que queremos dizer é que todas as aves, salvo se tenha nascido com algum defeito congênito na siringe tem capacidade de fala. Sempre que alguém nos procura perguntando por papagaios e que quer um que fale, devo confessar que fico extremamente preocupada, pelo tamanho da expectativa que jogam em cima da ave, pela possível frustração de quem está adquirindo e por constatar que talvez estejamos procurando uma ave pelos motivos errados. Falar pode ser legal, divertido e normalmente é, mas um papagaio que fala também pode ser chato e inconveniente. Sabe a história que toda brincadeira tem um fundo de verdade pois é, as vezes o que parece piada, na verdade é uma história real, já vi relatos de casamento acabado porque o papagaio começou de uma hora pra outra repetir o diálogo e momentos de amor de uma jovem casada e seu amante.

Outro ponto é aquela música hit do momento que o papagaio aprendeu, 10 anos depois está ele o dia inteiro aos berros a repetir a bendita música que você não suporta nem ouvir o primeiro refrão. Quanto a esperar que ele fale, isto é uma questão muito individual, que envolve a personalidade do papagaio, sua interação com o dono e a casa onde vive. Sempre que toco neste assunto me vem a tona o relato de um rapaz:

“Tive um papagaio que nunca falou, nada, ele simplesmente não falava nada, eu queria muito um papagaio que falasse, fiquei com muito desgosto e resolvi me desfazer do papagaio. Alguns anos depois, o papagaio já no quarto dono (todos se desfizeram do papagaio pelo mesmo motivo), me deparo com um papagaio falante, repetia tudo com uma pronuncia maravilhosa, fiquei impressionado.”

Difícil dizer o porque deste papagaio não falar com nenhum dos proprietários anteriores, necessário dizer, que alguns, mesmo tendo capacidade nunca falam nada por toda vida, outros só assoviam, outro falam e assoviam. Este caso só ratifica que , um bom manejo e interação entre ave e proprietário tem fator influenciador no desenvolvimento vocal da ave. Antes de iniciar sobre vocalização em si, vamos voltar ao ponto principal, o que você como futuro tutor de um papagaio espera, o que você procura, vamos a questão: Porque eu quero um Papagaio?

  1. É uma ave linda, e gosto muito de aves;
  2. Quero um papagaio para ensinar a falar e cantar;
  3. Quero uma companhia pra cuidar, cheirar e fazer carinho;

Bem, chegamos num ponto que acho fundamental, um pet, seja ele qual for que escolhemos para trazer para casa, é um membro da família, isto implica primeiramente que antes que tenhamos expectativas sobre ele, ele tem as próprias expectativas sobre nós e este lar, sendo assim, nem sempre o que esperamos dele é o que ele esta disposto a nos oferecer. Neste ponto que moram os aspectos referentes ao amor, respeito e tolerância que são cruciais para a convivência em coletivo.

Tudo isso é pra dizer que quando compramos um Papagaio, não estamos comprando um gravador que escuta e repete, ou um brinquedo com botão liga e desliga. Estamos levando pra casa um indivíduo, com personalidade característica, gostos e preferências. Ele tem dias de pura alegria, dias de tédio e dias que quer declarar guerra para o mundo, enfim, papagaio também tem mau humor. Sendo assim, espera-se que “querer ter um papagaio” signifique que gosta das penas verdes, acha legal e entende uma bicada as vezes, que vai amar um papagaio mudo mas que assobia o hino do seu time, que ele não repete palavras mas grita absurdamente quando chove ou você chega em casa.

Ame primeiramente o pacote inteiro, a sujeira, o trabalho, o gritos, doe tempo, amor dedicação, ame o papagaio calado, se apaixone pelo olhar doce, se encante com a retração da irís, se entregue ao olhar fixo e penetrante, ame o silêncio do seu papagaio, receba, decifre e assimile todas as mensagens silenciosas que ele vai te mandar, se encante com o morcego verde andando de ponta a cabeça pelo teto do viveiro, aprecie o carinho com que vem quando tem algo interessante na sua mão, se surpreenda com os cílios longos, com a perfeição do mecanismo das asas , ame, ame e ame, amando a ave em sua totalidade vai perceber que falar é só um detalhe, incrível sim, mas que é só um ponto de um pacote maravilhoso. Então, se você vier adquirir esta linda ave, viva, cuide, estimule, mas não demonstre ou transfira esta ansiedade pela fala ao papagaio , ele vai sentir e isto pode ser muito ruim para ambos. No assunto FALA algumas perguntas ou mitos são recorrentes:

  1. Com quantos anos o papagaio fala?

Não tem idade determinada, alguns começam muito cedo em torno de 4 a 5 meses, outros depois de anos, aguarde o tempo do seu papagaio, quando estiver pronto, num belo dia ele pode soltar uma palavra que ouviu a muito tempo.

  1. Meu papagaio nunca falou, já tem anos, ele nunca vai aprender?

Não tem idade certa, se torna mais difícil já que o papagaio devido ao tempo se mostra confortável com os outros tipos de comunicação que estabeleceu para não usar a fala, mas isso não impede que de repente ele sinta necessidade deste tipo de interação.

  1. Se deixar o rádio ou a TV ligada enquanto vou trabalhar ele vai aprender a falar?

Não há comprovação científica para esta afirmação, eles aprendem por repetição e memorização, a miscelânea de palavras no inicio pode atrapalhar mais o processo de aprendizagem do que ajudar. Ligar o som ou tv por uma hora é divertido, aves são seres musicais e gostam muito, mas deixar uma ave por horas escutando música pode de divertido, virar tortura, lembrem que elas não tem poder sobre o controle remoto, nem sempre estão afim de música, e nem toda música é interessante pra elas

  1. O macho fala mais que a fêmea.

Outro mito que rola, que de tanto ser repetido virou verdade é que o macho fala mais do que a fêmea (será que foi alguma pegadinha pra compensar as mulheres no mundo humano? hahahaha), brincadeiras a parte, este mito tido e repetido por muitos como verdade, não tem nenhum embasamento que o sustente. Tanto machos quanto fêmeas, ambos possuem a mesma estrutura fisiológica que os capacitam a falar. Este mito surgiu devido a necessidade dos machos de elaborar canções para atrair as fêmeas, não tem nada relacionado com a vocalização ou imitação da voz humana pelos papagaios. Esclarecidos os pontos iniciais,vamos em outro momento falar sobre a linguagem dos papagaios, fiquem atentos, se gostou dá um curtir e não esqueça de compartilhar.

error: Conteúdo protegido