Comportamento

Tour nos Viveiros, Papagaio, Arara e Calopsitas

23 de dezembro de 2018

author:

Tour nos Viveiros, Papagaio, Arara e Calopsitas

O espaço que temos para disponibilizar para um Pet é muito importante na hora de decidir que tipo e porte de bicho vamos escolher como Pet.
Não, qualquer lugar não serve, não dá pra dar jeitinho sem pensar no quesito necessidades básicas, segurança, funcionalidade e conforto.
Observações sobre esse tema:
1. Coloquei piso de cerâmica nos primeiros e cimento queimado no último, por incrível que pareça o mais fácil de limpar é o de cimento queimado, hoje faria todos assim.
2. Já tinha pedra nas paredes, se eu fosse fazer hoje colocaria cimento queimado, azulejo ou o porcelanato nas paredes, eles sujam muito as paredes com resto de frutas e fezes que quando secas mancham e é difícil limpar.
3. Não esqueçam de colocar um ralo para escoar a água quando lavar.
4. Telas fortes mas pequenas são melhores, evitam que entre aves menores de vida livre como pardal e outros bichos como ratos que podem atacar a ave.
5. Na hora de decidir onde fazer o viveiro externo, se você mora em região quente, NÃO faça do lado do sol.
6. É muito importante uma parede ou meia parede para proteção de vento.
7. Se decidir usar granito como fiz, não aconselho esse escuro (usei o verde Ubatuba), ele novo fica como espelho refletindo a ave, eles demoraram muito a perder o medo, se assustavam e se recusavam a ir para a mesa por medo da ave no reflexo (eles não se reconhecem em espelhos, acreditam ser outra ave), procures versões claras e opacas.
8. Deixe sempre muitos galhos de árvore disponível para que eles não tentem roer a madeira estrutural, de qualquer forma pesquisem madeiras não tóxicas e fortes.
9. Não aconselho o uso de vidro em locais quentes, vidro retem calor e você pode estar construindo algo lindo porém uma sauna para eles.

Qualquer duvida pode deixar nos comentários ou enviar para contato@diariodeumpapagaio.com.br

error: Conteúdo protegido