Comportamento

Como Juntar Sua Ave Com Outra

5 de maio de 2019

author:

Como Juntar Sua Ave Com Outra

Aves não gostam de viver sozinhas, elas vivem em bandos, logo precisam de companhia, então vou trazer uma nova ave para fazer companhia e ela não ficar triste.

O que pode parecer uma equação simples e de fácil solução, na prática, não é, já que constantemente nos deparamos no ambiente de aves pet com casos de uma ave não aceitar outra, algumas vezes a intolerância é tão exacerbada que brigam até a morte se não houver intervenção de um humano que as separe.

Ela deve ter um local próprio, separado e tranquilo. Nas primeiras horas deve ser deixada quieta, com o viveiro coberto, se for em local quente, basta um lençol fino, fresco que dê mais privacidade e sensação de segurança a ela, funcionando como uma toca.

Já deixe ração e água para evitar ficar mexendo por pelo menos uma hora, deixe a ave confortável, ela precisa desse tempo sozinha para se ambientar, criar intimidade com o cheiro, sons, pessoas e rotina da casa, então, esse tempo ela usa para observar e fazer um reconhecimento do local, isso vai trazer tranquilidade para ela.

Nos primeiros dias é normal ela comer e beber pouco, mas isso não significa que deva estar caída, apática, olhos baixos ou no fundo da gaiola, se ela apresentar estes sintomas deve levar logo no veterinário. Ela pode também ficar mais arredia, dê um tempo de três dias sem manipulação ou com pouca manipulação, vá respeitando o tempo da ave, algumas se soltam logo no primeiro dia, outras levam dois ou três para começar se adaptar.

A adaptação de uma ave com outra deve ser feita com muita paciência e tranquilidade, sempre maneje a ave antiga primeiro e depois a nova, mesma coisa para alimentar, primeiro a antiga, depois a nova. Fique atento para não dar atenção em excesso a nova provocando ciúme na antiga, que ao sentir-se preterida pode rejeitar a outra. A mesma regra serve para brinquedos e atividades, tente ter equilíbrio no manejo das duas.

Deve-se também levar em consideração a idade da ave já existente na casa, quanto mais velha, mais ela se torna a dona do ambiente, logo é comum ser mais resistente a aceitar outros membros em seu território e o trabalho exige mais tempo, mais paciência e mais cuidado, recomendo fazer em território neutro, outro ambiente da casa afim de tentar diminuir o territorialismo, sempre mostrando que ela continua sendo muito querida e que o novo veio a somar. A mesma regra de muita paciência, amor, tato e sensibilidade vale para os casos que a nova ave na casa é uma ave idosa vindo de outro lugar, é difícil para os idosos assimilar tantas mudanças, ter hábitos mudados abruptamente, novos companheiros, locais, cheiros e barulhos, isso os afeta muita, assim como é difícil muitas vezes ligar com toda energia dos jovens.

Também devemos considerar que existe uma diferença grande na situação de adaptação quando estamos falando de adaptar uma ave a outra e outra situação e trazer uma nova ave para um bando. Um bando de aves é uma estrutura social, uma comunidade com regras, hierarquia, papéis. Pode acontecer de indivíduos do bando se juntarem contra a ave nova, então temos uma situação bem desigual, quando vários atacam podendo levar a lesões graves e até a morte, é uma situação perigosa para tanto para aves idosas e mais fracas que esteja chegando ao banco, como também na chegada de um filhote, imaturo e fraco em caso de ataque do bando.

Se durante vários encontros entre as duas as coisas forem tranquilas, já pode colocar as duas no mesmo viveiro, porém, faça nos horários que esteja em casa para observar de longe se está tudo bem já que o comportamento pode mudar do que é na sua presença, as aves sozinhas vão desenvolver uma dinâmica própria, então, nesses primeiros dias vá colocando nos horários que puder supervisionar até que finalmente elas possam ficar juntas definitivamente.

Em caso de desentendimentos, tire a ave nova se estiver no viveiro da antiga, se o desentendimento ocorrer em outro local, retire a que está brigando, espere uns minutos e tente de novo, se passar um minuto sem brigar recompense com algum petisco para que reforce o comportamento positivamente, com o tempo vá recompensando com 5 minutos, 10 minutos…

Como falamos no vídeo que faz parte dessa matéria, apesar de tudo, antes de decidir trazer uma ave para casa, quando já temos outra, ou também outros bichos como cachorro e gato por exemplo, devemos ter um plano B, caso ocorra problema durante a adaptação, infelizmente alguns indivíduos não se adaptam de jeito nenhum e precisam se manter separados para segurança de todos.

error: Conteúdo protegido