Saúde

Rio 40 graus, verão, como fica o papagaio?

20 de dezembro de 2018

author:

Rio 40 graus, verão, como fica o papagaio?

O verão chegou, e está sendo tudo que os especialistas de clima previam e mais um pouco. E nessa onda de sensação térmica marcando os 50ºC, como fica o papagaio? A temperatura corporal de um papagaio oscila entre 39ºC a 42ºC, desse modo, é importante entender que a margem para se chegar a um quadro de hipertermia é muito pequena. Aliado a isso, a ave regula a temperatura corporal através da respiração. Se o ambiente está quente, não ocorre troca de calor, elevando perigosamente a temperatura interna. Já existe registro de mortes de aves nos dias de pico de calor. É preciso compreender que todo processo é muito rápido, o que exige que os tutores fiquem atentos e procurem agir com rapidez.

CUIDADOS IMPORTANTES FONTE DE ÁGUA FRESCA Alguns tipos de bebedouros, devido ao tamanho ou material, não conseguem conservar a água fresca, desse modo, em pouco tempo a água está na temperatura do ambiente, ou até quente dependendo da posição em relação ao sol. Aves NÃO bebem água se estiver QUENTE.

Dicas:

  • Procure colocar o comedouro na sombra;
  • Busque materiais como inox ou porcelana que conservam a água fresca por mais tempo;
  • Aumente a frequência de troca da água.

CONTROLE DA TEMPERATURA DO AMBIENTE  Como já mencionado anteriormente, a temperatura deve ser agradável e ficar em torno de 24ºC a 25ºC que é confortável para eles.

Dicas:

  • Coloque em ambiente com circulação de ar, mas evite correntes de ar forte;
  • Evite deixar em locais que tenha variação de incidência de luz solar, em caso de esquecimento ou alta da temperatura pode ocorrer superaquecimento e ser tarde demais;
  • Se não tiver um local com ventilação natural, providenciar um circulador de ar para ameninar a temperatura.
  • Não utilizar ventilador de teto, este costuma ser responsável por acidentes, na maioria das vezes fatais; já existe no mercado ventiladores sem palhetas.

CONDICIONADOR DE AR SÓ EM CASOS EXTREMOS 

Se realmente for necessário utilizar , procure os Splits que já vem com função antimofo e utilizar em conjunto com um umidificador de ar. A temperatura não deve ser menor que 25ºC para evitar choque térmico ou hipotermia (a regulagem de temperatura dele é muito diferente de um mamífero, é um sistema todo próprio que pode baixar ou subir rapidamente). Para quem mora em lugares que sejam “quentes e secos”, é uma preocupação a mais. O sistema do condicionador de ar para resfriar o ambiente, retira a umidade do ar, para assim realizar a troca do ar quente pelo ar frio. Desse modo resseca as vias respiratórias das aves causando irritação e outras complicações do trato, enfim, só utilizar se realmente for a única opção.

BANHO  A frequência dos banhos devem ser aumentadas, deixar banheiras rasas com água para que ele se refresque, oferecer os banhos de borrifador ou da forma que ele já esteja acostumado.

SORVETE, PICOLÉ, GELO  Não são indicados, todos sabemos da predisposição das aves a problemas respiratórios, alimentos ou bebidas extremamente frios em um ambiente muito quente pode gerar um choque de temperatura interno, baixando a imunidade e causando infecções ou inflamações como sinusites. Esperamos que todos curtam o verão de maneira saudável e agradável!


Texto escrito por Dr. Octávio Lisboa. Médico Veterinário especialista em animais Silvestres e Exóticos para Diário de Um Papagaio Para conhecer mais do seu trabalho visite: facebook.com/medicinaaves

error: Conteúdo protegido