Comportamento Espécies

Cacatua Corella

21 de fevereiro de 2019

author:

Cacatua Corella

Essa cativante e expressiva ave é natural da Austrália e Sul da Nova Guiné, a Corella foi primeiramente descrita por John Gould em 1843, tendo as seguintes subespécies:

  • s. sanguínea
  • s. normantoni
  • s. wstralensis
  • s. transfeta
  • s. ginastas

A cacatua apresentada no vídeo dessa matéria é uma Cacatua sanguínea, também conhecida como pequena cacatua, cacatua dos olhos nus, cacatua manchada de sangue.

Ela mede entre 35 a 41 cm e seu peso pode variar entre 380 a 620gr, peso médio em torno de 500 gr, a fêmea tende ter o peso menor que os machos. A sua crista (famoso topete) é pequena em relação as outras espécies de cacatua permanecendo baixo a maior parte do tempo, o que confunde muitos que acreditam não ser uma cacatua já que associam o grupo de cacatuas as cristas. Ela levanta a crista em momentos de grande excitação, surpresa, alerta e ataque/defesa. Costuma ser confundida com a Corella Ocidental e com a Corella de Bico Longo, porém é menor e seu bico apresenta mandíbulas de tamanho uniformes ao contrário das outras subespécies.

Diferente das outras subespécies de Corellas, a sanguínea tem penas rosa-salmão bem discretas, quase imperceptível em alguns lugares, sendo mais aparentes na região da bochecha.

Na parte interior das penas de voo e de cauda apresenta uma linda paleta de tons de amarelo claro, o bico é branco acinzentado, as pernas e pés cinzas, íris dos olhos castanho escuro e a parte nua da pele ao redor dos olhos é cinzento-azul origem da denominação (sanguínea). Ambos os sexos são iguais, sem nenhuma característica física que se possa distinguir macho e fêmea. Suas penas muito brancas e fofas são usadas por alguns povos em cerimônias e danças, usadas como braçadeiras e outros adornos, algumas tribos também apreciam a espécie como caça sendo apreciada para comer.

As corellas andam em bandos grandes de 60.000 indivíduos, apreciam comer no chão , sua dieta é basicamente vegetariana, se alimentam de sementes do gênero Emex, apreciam frutas, bagas, flores, raízes, bulbos, insetos e larvas.

São barulhentas, expressivas, muito ativas, adoram se exibir e interagir, se comunicam muito através da vocalização.

Criadas como Pet exigem do tutor dedicação, atenção, atividades, se entedia fácil, é curiosa, companheira e muito carinhosa, é uma ave mansa, sociável e de fácil manejo.

error: Conteúdo protegido